quarta-feira, 29 de junho de 2011

Em jogo de cinco gols, Ponte Preta bate Salgueiro

Salgueiro x Ponte Preta (Crédito: Aldo Carneiro)
Partida foi salva pelo segundo tempo, onde aconteceu todos os gols ; goleiro da Macaca leva gol inusitado

A Ponte Preta derrotou o Salgueiro na noite desta terça-feira no Ademir da Cunha por 3 a 2 em um jogo que foi salvo pelos 45 minutos finais, onde todos os cinco gols da partida foram marcados.
Jogando fora de casa, a Ponte Preta começou a partida em seu campo de defesa, chamando o Salgueiro para cima nos minutos iniciais. A estratégia da Macaca era clara: matar o jogo no contra-ataque.
Com espaço no campo, o Carcará se lançou à frente e chegou a criar boas oportunidades. Aos seis, Clebson soltou uma bomba de longe e assustou o gol de Júlio César.
Sem muita organização, as duas equipes fizeram um duelo intenso no meio de campo. A saída foi arriscar de fora da área. Gerson arriscou de fora da área, fazendo com que o goleiro do Salgueiro desse rebote, mas antes do atacante chegar o bandeira já tinha subido o pano assinalando impedimento.
Os três primeiros minutos do segundo tempo já foram melhores que todo o primeiro. Após cruzamento, Fernando escora de cabeça e quase abre o placar para o Salgueiro. Aos três veio a resposta. Depois de Josa errar na saída de bola, Ricardo Jesus rolou para Guilherme, que invadiu a área e, sem marcação, mandou a bola para o fundo do gol.
O empate do Carcará chegou aos 13 minutos. Júnior Cearense fez bela jogada, tirou do marcador e rolou para Tamandaré encostar e marcar. Quando o Salgueiro crescia no jogo, a ducha fria. Alemão derrubou Wendel na área e fez pênalti aos 20 minutos. Ricardo Jesus bateu e não desperdiçou. Ele mesmo matou a partida aos 31. Da entrada da área, o atacante encheu o pé e fez o terceiro.
O Salgueiro ainda diminuiu com um gol muito curioso. Josa bateu lateral dentro da área, a bola passou por todo mundo e desviou entre as pernas do goleiro da Ponte, que se atrapalhou todo e levou um frango.
Os donos da casa ainda tentaram reagir, mas não deu tempo. A Ponte Preta chegou aos 17 pontos e se manteve na segunda colocação, atrás da Portuguesa. O Salgueiro continua com os mesmos oito pontos.

Nenhum comentário: