quinta-feira, 2 de junho de 2011

Juazeiro do Norte-CE: A imprudência no piloto das motocicletas

Tornou se comum ver nas ruas de Juazeiro do Norte as mais bárbaras cenas de imprudência por parte de muitos que pilotam motocicletas. As irregularidades são muitas e se acentuam nos finais de semana. Recentemente, o Site Miséria divulgou um acidente causado nos chamados retornos clandestinos das avenidas Padre Cícero e Leão Sampaio. Todavia, tais cenas de violência no trânsito não são suficientes para contribuir na mudança dessa realidade. 

O caminho curto da contramão é outro flagrante comum quase sempre com acidentes. Avanço da preferencial por motoristas e motociclistas desatentos também é comum, foi o caso de uma jovem no final da tarde da última terça-feira em Juazeiro colhida por um veículo que invadiu a preferencial nos cruzamentos das Ruas São Francisco com Santa Isabel. A pressa, o desconhecimento, a ignorância à sinalização ou a economia de combustível são fatores que levam à desordem no trânsito quando o piloto envereda pela contramão sem ligar para os riscos que sofre.
Outra questão não menos difícil de ser vista nas ruas e avenidas juazeirenses é a transformação de motos em verdadeiros veículos utilitários conduzindo bagagens que até ultrapassam o limites das motocicletas. Esta semana, por exemplo, na Avenida Leão Sampaio, duas pessoas foram vistas levando uma enorme escada e pedaços de tábuas igualmente representando riscos para quem trafega. Também é comum vê-los carregando bicicletas sem se falar no excesso de passageiros.

Já se tem notícias de motocicletas com até cinco pessoas, sendo a maioria crianças de uma mesma família. Isso normalmente acontece na hora da comunhão entre o trabalho do casal e a condução dos filhos para a escola. A ausência de equipamentos e acessórios de segurança também desafia às autoridades de trânsito. É comum ver pilotos com motos sem faróis, buzinas, piscaletes ou deixando de usar capacetes e viseiras.

Nos fins de semana a situação parece se agravar em se tratando de imprudência. Ai vem o excesso de velocidade, o desrespeito aos semáforos e a ingestão de bebidas alcoólicas. Por conta de situações assim, o volume de acidentes com lesões, seqüelas ou vítimas fatais cresce a cada dia. Em meio a esse quadro, junte-se a grande quantidade de menores trafegando em motocicletas com alguns até embriagados.

Foto: Normando Sóracles
Demontier Tenório

Nenhum comentário: