quinta-feira, 21 de julho de 2011

Fiéis reverenciam Padre Cícero

Clique para AmpliarUma multidão saudou o Padre Cícero na celebração dos 77 anos de morte do sacerdote, na manhã de ontem. Segundo a Secretaria de Desenvolvimento, Turismo e Romarias da cidade, foram cerca de 30 mil pessoas, o que consolida a romaria do período. Um dos grandes incentivos para a vinda do romeiros é atribuída a comemoração dos 100 anos da cidade, que se prepara para a grande festa amanhã. Às 5 horas haverá alvorada festiva. Na noite de hoje, a programação da semana do centenário será marcada com a inauguração da primeira restauração da estátua do Padre Cícero, no Horto, que ganha iluminação estética.

Os romeiros se deslocam de todos os cantos da cidade logo cedo, muitos ainda pela madrugada, para conseguir um bom lugar na Praça da Capela do Socorro. A celebração do dia é especial. Muitos aproveitam para ir logo acender velas e oferecer ao sacerdote. Dentro da capela, flores, emoção, pedidos. As pessoas rendem graças a um dos maiores mitos da religiosidade popular do Brasil. A romaria no dia da morte do Padre Cícero, conta com presença de pessoas de várias partes do Nordeste, mas, principalmente, da região. Mas a tradição de que neste período havia mais pessoas da região perece estar se invertendo.
                                                                      
O bispo dom Fernando Panico presidiu a missa. No altar, mais 40 padres do Cariri e outras partes do Brasil. É um momento inspirador dos 100 anos. Na celebração, a lembrança do Padre Cícero como o maior benfeitor da cidade. Segundo dom Panico, na festa do aniversário de morte, há um desejo de fraterna amizade e de lembranças dos conselhos dados pelo sacerdote. Um dos ensinos (Quem matou, não mate mais. Quem roubou, não roube mais) foi enfatizado pelo bispo, que disse ser o Padre Cícero o patriarca do Nordeste que semeou a boa semente da palavra de Deus. A forma acolhedora como o Padre Cícero recebia as pessoas e sua fidelidade aos romeiros e a Igreja foram abordados durante a celebração, destacando o acolhimento aos flagelados da seca do Nordeste, que se dirigiam a Juazeiro do Norte em busca de alimento e trabalho.

"Uma cidade que reza e trabalha", disse o bispo, ao ressaltar os ideais de oração e trabalho deixados pelo Padre Cícero. O secretário de Desenvolvimento, Turismo e Romaria, José Carlos dos Santos, disse que é um dos maiores momentos da história da cidade. A programação da festa, de acordo com o secretário, está sendo realizada de forma muito diversificada, com caráter popular e grande participação do público.

A programação envolve desde inaugurações de obras da administração, shows culturais, lançamentos e a parte religiosa. "Isso faz com que a autoestima do povo de Juazeiro também aumente, por ser um momento de valorização da cidade". Para ele, a romaria dos 77 anos de morte do Padre Cícero está consolidada. Um dos fatores que, conforme o secretário, chama atenção, é a grande presença de padres, mostrando que a Igreja realmente tem assumido a casa do Padre Cícero.



ESTÁTUA RENOVADA
Reinauguração acontece hoje à noite
Uma imagem renovada. De cara nova, será reinaugurada às 19 horas de hoje, a estátua do Padre Cícero. O monumento de 25 metros e toda a base passaram por recuperação. Foi mais de um mês de ação, para um trabalho considerado perfeito, pelo administrador da área do Horto, padre José Venturelli. O trabalho é fruto de uma parceria entre a Prefeitura e a administração salesiana. O investimento foi de R$ 80 mil, metade para cada órgão. Com muitas rachaduras, parte do chapéu e os dedos danificados, há alguns anos se lutava pelas melhorias.

Clique para Ampliar
O investimento foi de R$ 80 mil. Com muitas rachaduras, 
há alguns anos se lutava pelas melhorias no monumento
FONTE: DN

FOTO: ELIZÂNGELA SANTOS

Nenhum comentário: