quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Icasa vence o Salgueiro e sai da zona de rebaixamento

Salgueiro x Icasa, jogo de oito gols em Paulista (Foto: Aldo Carneiro)

Em jogo válido pela 17ª rodada da Série B, o Icasa venceu o Salgueiro, jogando em Paulista (PE), e saiu da zona de rebaixamento da competição. Júnior Xuxa, duas vezes, Marciano, Everaldo e Preto fizeram os gols do time cearense. Fabrício Ceará, duas vezes, e Pio descontaram para o Carcará. Com o resultado, o Icasa pula para 21 pontos, enquanto o Salgueiro é o penúltimo colocado, com 13.
O JOGO
Precisando do resultado, a equipe do Salgueiro começou pressionando o time do Icasa. Logo aos dois minutos, Clébson arriscou um belo chute de fora da área para boa defesa do goleiro Luciano. Fabrício Ceará começou a sair mais da área e a tabelar com Elvis no meio-campo do Carcará. O Icasa se fechava na defesa e tentava aproveitar as jogadas de contra-ataque, puxadas pelo meia Júnior Xuxa. A jogada aérea era uma das armas do Salgueiro para o jogo. Aos cinco minutos, em bola cruzada por Elvis, Eridon quase surpreedeu o goleiro Luciano.
O gramado do estádio Ademir Cunha não era bom e atrapalhava a troca de passes das equipes. O Icasa sentia mais essa dificuldade e demorava a sair para o jogo. O técnico do time cearense, Márcio Bittencourt, pedia para que os atacantes pressionassem a saída de bola do adversário. A sorte parecia estar do lado da equipe do Icasa. Júnior Xuxa cobrou falta do meio-campo, a bola passou por todo mundo, quicou na frente do goleiro Luciano e entrou. Gol de sorte! Júnior era realmente o atleta mais perigoso do time do Ceará.
O Salgueiro tentava chegar nas cobranças de falta, mas Marcelo Pitol se mostrava seguro no gol do time alviverde. Eridon e Elvis eram os responsáveis pelas faltas do time da casa. Aos 18, Fabrício Ceará quase marcou após belo chute de fora da área. E o atacante foi premiado pela luta. Aos 22, Clébson fez bela jogada pelo meio e abriu para Edmar na direita. O atacante deixou Fabrício livre para marcar. A zaga reclamou de impedimento no lance, que realmente aconteceu.
A partir do gol do Icasa, os pernambucanos saíram mais para o jogo e o atacante Preto era um dos jogadores mais perigosos do time visitante. Nas cobranças de falta, Júnior Xuxa continuava assustando. Mas Elvis queria a virada para o time de casa. Aos 37, após bela jogada, o meia soltou uma bomba e Marcelo Pitol teve de se virar. Quando o Salgueiro parecia melhor, em falta infantil, Clébson foi expulso e o time teria de jogar o segundo tempo todo com um jogador a menos. E não precisou acabar a primeira etapa para o reflexo da expulsão aparecer. Aos 43, Júnior Xuxa faz bela jogada no meio-campo, Marciano aproveitou uma bobeira da zaga do Carcará e soltou a bomba para o gol. Fim do primeiro e vaias no Ademir Cunha.
SEGUNDO TEMPO
Para a segunda etapa, Maurício Simões fez apenas uma modificação no Salgueiro. Henrique entrou no lugar de Alex Xavier, que havia falhado no gol da virada do Icasa. Fato foi que o Salgueiro entrou mais ligado na segunda etapa. Logo aos dois minutos, Marcos Tamandaré acertou belo cruzamento e achou Fabrício Ceará livre na área. O atacante não desperdiçou e mandou para as redes.
Mas o Salgueiro foi novamente traído pela falta de atenção da defesa. Aos sete minutos, Júnior Xuxa bateu escanteio pela esquerda e Everaldo subiu mais que todo mundo para colocar o Icasa novamente na frente. O time cearense, não satisfeito, ampliou nove minutos depois. Novamente em uma jogada de escanteio, foi a vez de Preto marcar para o Icasa.
O Salgueiro, mesmo com um a menos, diminuiu. Pio arriscou de fora da área, a bola desviou na zaga do Icasa e Pitol nada pode fazer. Mas a noite era mesmo de Júnior Xuxa. Aos 25, o meia driblou dois marcadores e deixou Preto na cara do gol. O atacante errou o chute e, na sobra, Xuxa mandou a bomba para o gol. Que jogo!
Aos 35 minutos, começou a cair uma forte chuva em Paulista e com o gramado já em péssimas condições o que se viu foi uma tentativa das equipes de fazer a bola rolar. O Icasa se mostrou muito tranquilo na parte final do jogo e com um a mais só tocou a bola e manteve a vantagem até o fim do jogo. E comemorou muito, já que saiu da zona de rebaixamento.


Leia mais no LANCENET! http://www.lancenet.com.br

Nenhum comentário: