quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Barro (CE): Audiência pública foi realizada na Câmara Municipal sobre a violência no município

Uma audiência publica movimento a cidade do Barro na manhã desta quinta-
feira, onde o assunto em pauta foi à violência na sede e zona rural do município. O plenário da Câmara Municipal de Barro estava cheio e foi o palco dos debates que contou com as presenças do juiz, promotor, vereadores, lideranças políticas e comunitárias, comandante da PM de Brejo Santo e comunidade em geral. Muitas pessoas emitiram opiniões sobre o assunto e os barrenses querem uma saída a curto prazo para diminuir a violência no município.

Segundo o juiz de direito do Barro José Waldecy Braga Sousa, é necessário medidas fortes para combater a marginalidade, com maior apoio da força policial. O juiz fez questão ainda de se reportar sobre o trânsito na cidade. O magistrado enfatizou que no Barro tem muitos menores dirigindo veículos e colocando em risco a vida de terceiros, o que também é uma violência. Para o juiz toda comunidade tem que se engajar nessa luta e começar a evitar que seus filhos saiam pilotando motos por ai ou dirigindo veículos sem habilitação.

Houve cobrança pelo aumento do número de policiais e melhores condições de trabalho, haja vista que o Barro é cortado pela BR 116 e tem se tornado alvo fácil da bandidagem. O major Sobreira, comandante da 3ª Companhia da PM que é responsável pela segurança do Barro, fez um balança da situação e alertou aos presentes que, em muitos casos, a violência começa dentro de casa. Os pleitos pela melhoria na segurança do Barro serão repassados aos seus superiores, garantiu o militar.

A Presidente do legislativo barrense, Maria Pereira de Lira (Vanda), que deveria presidir a audiências, não pode comparecer por recomendação médica, mas, diante do número de participantes de todas as esferas do município, houve bons debates e foram tratados vários assuntos operacionais e estratégicos para o melhoramento da segurança pública. A luta dos barrenses é encontrar uma solução para erradicar a violência que vem crescendo muito rápido em todos os recantos do Barro. 



Fonte: site miseria

Nenhum comentário: