sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Ceará e Pernambuco se aliam para combater crime

Uma reunião realizada ontem, em Petrolina (PE), traçou
operações de repressão às drogas, assaltos e pistolagens
Autoridades da Segurança Pública do Ceará e Pernambuco estiveram reunidas, ontem, para discutir o problema da violência na divisa dos dois Estados e traçar planos operacionais para o combate aos criminosos.

O foco das operações será a repressão ao tráfico de armas e de drogas, assaltos a bancos, roubo de cargas, ataques a ônibus e os casos de crimes de pistolagem.

Representando o Ceará estiveram presentes o comandante geral da PM, coronel Werisleik Ponte Matias; o delegado geral adjunto da Polícia Civil, José Nival Freire; e o comandante do Policiamento do Interior (CPI), coronel PM Sérgio Costa. O encontro havia sido articulado pelo secretário da Segurança Pública do Ceará, coronel Francisco José Bezerra, e reuniões similares já aconteceram com as autoridades policiais do Rio Grande do Norte, Piauí e Paraíba.

Ontem, o encontro aconteceu na cidade de Petrolina, no Interior de Pernambuco. O evento, na sede do Colégio da PM, que funciona ao lado do 5º Batalhão da PM pernambucana, reuniu também todos os delegados de Polícia Civil e comandantes de companhias e batalhões das cidades da área limítrofe dos dois estados.

"A meta é estabelecer um canal de mão dupla, através do qual poderemos informar ou sermos informados de ocorrências nas áreas próximas às divisas para que os estado vizinho adote providências e ajude a fechar imediatamente o cerco", afirmou Francisco Bezerra.

Quadrilhas
O trabalho integrado já começou a apresentar resultados positivos na divisa do Ceará com o Piauí, onde, na semana passada, foram capturados 15 integrantes de uma quadrilha que assaltava bancos, e apreendidos várias armas e explosivos.



Fonte: Diário do Nordeste

Nenhum comentário: