sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Ceará terá 2.110 novos casos de câncer de próstata em 2012, diz pesquisa



O Estado do Ceará deve ter 2.110 novos casos de câncer de próstata em 2012, segundo estimativas do Instituto Nacional do Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca). Esse tipo da doença é o principal entre os homens cearenses. No geral, 17.390 pessoas serão afetadas pelo câncer no Ceará.
Com os novos casos estimados para 2012, o câncer de próstata deve atingir 41,14% dos homens a cada 100 mil habitantes do Estado, o que representa a maioria das incidências de câncer. No Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens (atrás apenas do câncer de pele não-melanoma). Em valores absolutos, é o sexto tipo mais comum no mundo e o mais prevalente em homens, representando cerca de 10% do total de cânceres.
Já em Fortaleza, 490 homens devem ser afetados pelo câncer de próstata de acordo ainda com as estatísticas no Inca.
O único fator de risco bem estabelecido para o desenvolvimento do câncer da próstata é a idade. Aproximadamente 62% dos casos de câncer da próstata diagnosticados no mundo acometem homens com 65 anos ou mais. Com o crescimento da expectativa de vida mundial, é esperado que o número de casos novos aumente cerca de 60% até o ano de 2015.
Sintomas e prevenção
Segundo o Inca, em sua fase inicial, o câncer da próstata tem evolução silenciosa. Muitos pacientes não apresentam nenhum sintoma ou, quando apresentam, são semelhantes aos do crescimento benigno da próstata (dificuldade de urinar, necessidade de urinar mais vezes durante o dia ou a noite). Na fase avançada, pode provocar dor óssea, sintomas urinários ou, quando mais grave, infecção generalizada ou insuficiência renal.
Para prevenir a doença a dica é ter uma dieta rica em frutas, verduras e com menos gordura. Nesse sentido, outros hábitos saudáveis também são recomendados, como fazer, no mínimo, 30 minutos diários de atividade física, manter o peso adequado à altura, diminuir o consumo de álcool e não fumar.
A idade é um fator de risco importante para o câncer de próstata, uma vez que tanto a incidência como a mortalidade aumentam significativamente após os 50 anos. Pai ou irmão com câncer de próstata antes dos 60 anos pode aumentar o risco de se ter a doença.

Mulheres
O principal tipo de câncer que dever atingir as mulheres do Ceará é o de pele não-melanoma. Conforme dados do Inca, 2.390 novo casos surgirão em 2012. Os cânceres de pele não-melanoma ocorrem naquelas pessoas com alta exposição solar ao longo da vida, surgindo principalmente nas áreas da pele mais expostas, como face, mãos e antebraço. Já o melanoma tende a surgir naquelas pessoas com exposição solar menos frequente, porém de alta intensidade.
Confira o infográfico com os números gerais de novos casos de câncer no Ceará divididos por sexo:
Fonte: verdesmares.com.br

Nenhum comentário: