terça-feira, 15 de novembro de 2011

Clube de Regatas Flamengo celebra 116 anos


"Eu nasci Flamengo. E sempre vou te amar. Não importa se ele perde ou ganha, eu vou cantar". A letra de uma das músicas entoadas pela torcida rubro-negra explica realmente o sentimento de ser torcedor do clube mais popular do país. E, independente dos resultados e da fase, mais de três mil apaixonados foram até a Fundição Progresso, na Lapa, no Rio de Janeiro, para celebrar os 116 anos do Mais querido do Brasil. Na programação da noite, muito samba e amor pelo vermelho e preto.
Estiveram presentes grandes nomes da música brasileira como Arlindo Cruz, Diogo Nogueira, Neguinho da Beija-Flor, Moacyr Luz, entre outros. Representando o clube, a presidente Patricia Amorim agradeceu a presença de todos e mostrou como é ser rubro-negro.
"Estamos celebrando essa data e é importante eternizar esses momentos. Buscamos manter viva essa paixão que é o Flamengo. Celebramos não só com gols. Vamos celebrar o que o Fla representa para cada um de nós. Estamos confiantes na classificação para a Libertadores e não vamos desanimar. Eu espero ver os torcedores alegres como estão aqui, hoje", afirmou a dirigente.
Acostumado com as emoções do maior espetáculo da terra, Neguinho da Beija-Flor reafirmou seu amor pelo Flamengo e lembrou que a Nação eternizou um dos seus maiores sucessos, o samba ‘domingo eu vou ao Maracanã’.
"Sou Flamengo até morrer. É uma alegria imensa estar aqui, comemorando mais um ano do clube. O Flamengo já me trouxe muitas alegrias e, se tivesse que destacar uma, destacaria o Brasileiro de 1980. Ganhamos aquele campeonato com um gol do Nunes e foi nesse jogo que explodiu para o mundo inteiro o samba ‘domingo eu vou ao Maracanã’", disse, revelando que se espanta até hoje com o tamanho da torcida rubro-negra.
"Encontrei torcedores do Flamengo em todos os lugares em que já fui, até no Japão. O Flamengo realmente está em todo lugar, pois representa todo mundo. Do mais rico ao mais pobre", finalizou.

Fonte: flamengo.com.br

Nenhum comentário: