sábado, 26 de novembro de 2011

Icasa perde em Juazeiro do Norte e é rebaixado para a Série C


O Icasa é o quarto time rebaixado para a Série C do próximo ano. O time cearense não conseguiu escapar da degola na última rodada da competição e foi derrotado, em casa, pela campeã Portuguesa por 2 a 0.
A semana do Icasa foi bem tumultuada. O técnico Arnaldo Lira foi demitido às vésperas do jogo, após desentendimentos com dirigentes icasianos. Em compensação, mais de 4 mil ingressos foram adquiridos de forma antecipada, após uma promoção da diretoria do Icasa, que havia baixado o valor dos ingressos consideravelmente para R$ 4 (inteira) e R$ 2 (meia).
O Verdão do Cariri precisava vencer e contar com o tropeço de um de seus adversários diretos contra o rebaixamento. O estádio Romeirão, em Juazeiro do Norte estava lotado, mas nem por isso intimidou a Portuguesa. Mesmo sem 7 titulares, a campeã da Série B soube se impôr e sair de campo com o resultado positivo.
Icasa parou nos erros de finalizações e nas defesas de Weverton
Portuguesa começou o jogo tentando mostrar seriedade e acertou logo uma bola na trave, após uma cabeceada de Cleiton, aos 4 minutos. O Icasa só foi reagir aos 22 minutos, com um chutaço do lateral-esquerdao Edson, que quase abre o placar.
O Icasa começou a pressionar. Aos 28 minutos, o atacante Preto chutou forte, mas errou o alvo. Aos 31 minutos, em contra-atque, Edno obrigou Carlos Luna a fazer boa defesa. O gol da Lusa saiu ainda no 1º tempo. Júnior Timbó aproveita um vacilo do zagueiro Luiz Henrique, do Icasa, rouba a bola e tem liberdade para chutar sozinho, abrindo o placar aos 42 minutos.

No 2º tempo, o Icasa entrou logo com duas modificações. O técnico Raimundinho colocou o time pra frente com as entradas de Júnior Xuxa e Marciano. Mas quem fez o segundo gol foi a Portuguesa. Aos 11 minutos, a Lusa aproveitou contra-ataque rápido e, após troca de passes, Henrique deixou sua marca.
O Icasa tentou reagir. Aos 17 minutos, Marciano quase marcou, mas a zaga da Lusa tirou em cima da linha. Aos 27 minutos, quem salvou foi o goleiro Weverton, após um chute de Preto à queima-roupa. O atacante alviverde teve mais uma boa chance aos 34 minutos. Ele desceu pelo lado esquerdo e chutou forte para o gol, mas Weverton estava em uma tarde iluminada e espalmou a bola para longe.
Quinze minutos antes do fim do jogo, muitos torcedores já deixavam o estádio Romeirão, em Juazeiro do Norte. Quem ficou protestou muito contra as atitudes da diretoria do Icasa. Houve ateamento de fogo em bandeiras e em camisas do time nas arquibancadas.
Ao final da partida, com o rebaixamento confirmado, os jogadores do Icasa estavam totalmente desolados. Diego Palhinha chorava pela situação.
- Peço desculpas a torcida. Agora é só lamentar - declarou o meia alviverde.
Enquanto o lateral-direito Osmar, mostrou um pouco mais de serenidade.
- Hoje foi o retrato do que o time foi dureante todo o campeonato. Erros bobos, saímos atrás e não conseguimos nos recuperar.
Fonte: globoesporte.com

Nenhum comentário: