quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Placa de cimento cai de obra na PB e operário morre soterrado


Um operário da construção civil morreu soterrado na manhã desta quinta-feira (3) no bairro de Manaíra, em João Pessoa. De acordo com um dos diretores do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil, neste ano já foram contabilizadas seis mortes em obras da Paraíba. Em 2010, foram apenas duas.
Segundo um dos médicos do Samu, uma placa de cimento caiu em cima do operário, que ficou soterrado. Ainda segundo o médico, a vítima sofreu diversas fraturas pelo corpo e, quando a equipe do socorro chegou no local, o trabalhador já estava morto. Ele foi retirado dos escombros por uma equipe do Corpo de Bombeiros.
Segundo Paulo Marcelo, do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil em João Pessoa, a causa para o aumento de 200% no número de mortes nos canteiros de obras da Paraíba é a falta de projetos de segurança. “A ação pontual não resolve nada. O uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) é apenas um item do programa de segurança”, disse o representante do sindicato.
Conforme Paulo, das seis mortes ocorridas em canteiros de obras da Paraíba este ano, três foram registradas em João Pessoa e as outras três em Campina Grande. Os dados do Ministério da Previdência Social mostram que, apenas em 2010, foram registrados quase 5 mil casos de acidentes de trabalho no estado.
Na próxima quarta-feira (9), está prevista uma reunião dos representantes do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil e do Sindicato da Indústria da Construção Civil de João Pessoa. A pauta do encontro será a segurança no trabalho. “Não queremos apenas projetos. Queremos que eles sejam aplicados”, disse Paulo Marcelo.
Fonte: G1pb

Nenhum comentário: