quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

DER investe em tecnologias para melhoria da qualidade das rodovias do Ceará

Na busca pela qualidade da malha viária cearense o Departamento Estadual de Rodovia (DER) está investindo em tecnologias pioneiras no Estado. Para isso, está utilizando equipamentos que avaliam profundamente a qualidade do pavimento, desde sua composição até o seu grau de conforto para os usuários. Exemplo disso é a máquina que mede a temperatura de pista de forma a avaliar a superfície do pavimento sem precisar retirar amostras do asfalto. A outra é o uso de equipamento a laser para medir o grau de rugosidade do asfalto de forma a corrigi-lo e proporcionar a condução do veículo mais confortável. Ambas tecnologias já são aprovadas mundialmente.
A rodovia CE-060 no trecho entre Fortaleza e Juazeiro do Norte é a primeira beneficiada pelos serviços da máquina Medidora de Reflectométrica de Pavimento (FWD) que analisa o pavimento a partir da sua base sem a necessidade de quebrar o asfalto para a retirada de amostras.
O FWD, da sigla em inglês Falling Weight Deflectometer, mede a temperatura da pista e, a partir dessa análise, avalia sua estrutura da base até a superfície identificando problemas estruturais da pavimentação. Esse método economiza tempo na avaliação do material, proporcionando uma implementação mais rápida e precisa do asfalto, aumentando sua vida útil.
A outra é o uso de equipamento a laser Perfilômetro - para medir o grau de rugosidade do asfalto de forma a corrigi-lo e proporcionar a condução do veículo mais confortável. O Perfilômetro, analisa as irregularidades do pavimento utilizando o raio laser. O aparelho fica acoplado à traseira de um veículo, emitindo um raio laser que analisa o grau de rugosidade do pavimento de forma a detectar imperfeições e o nível de trepidação provocado pelo pavimento. Cerca de 2.500 km de rodovias estaduais já passaram pela análise do equipamento. O nível de irregularidade da pista, que causa as trepidações do veículo nas estradas, é um dos fatores de avaliação das boas qualidade da via, explicou Carlos Cunha, Diretor Comercial da Engevias. 



Reciclagem de asfalto
Desde agosto passado o DER está utilizando de forma pioneira no Estado - máquinas recicladoras de asfalto nos serviços do Programa de Restauração das Rodovias do Ceará (Proestradas). O equipamento retira o asfalto velho, tritura-o e o devolve para a mesma via como base para a nova pavimentação, depois de umedecido e compactado para receber a capa asfáltica. O processo demora apenas 40 minutos a cada 100 metros. Com o método tradicional, que usa uma máquina para cada etapa (retirada, correção do solo, compactação e preparação da base) seriam necessárias pelo menos três horas para a mesma extensão de área, para depois receber a camada asfáltica.

Saiba mais:
-Os 2.500 km já foi submetido à analise pelo Perfilometro correspondem a 1/3 da malha viária cearense.
-Nos próximos meses o trecho da CE-060, entre entre Juazeiro do Norte e Barbalha será alvo da máquina FWD.
- Em novembro o DER esteve à frente do III Seminário de Gestão Rodoviária, que contou com representantes de DERs de vários estados do País, entre outros profissionais do ramo. 

Fonte:DER-CEARA

Nenhum comentário: