sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Em PE, mulher diz ter sido atacada por jumento em via pública


Uma mulher de 59 anos foi vítima de um suposto ataque de um jumento no bairro do Janga, no município de Paulista, Região Metropolitana do Recife, na última quinta-feira (8). Ela prometeu que vai entrar na Justiça contra a prefeitura do município porque diz ser comum encontrar, na localidade, animais soltos em via pública. A dona de casa, que está internada em um hospital particular de Olinda, afirmou que passará por cirurgia, pois sofreu uma fratura no braço durante o ataque.
“Eu estava passando perto do animal em uma rua que dá acesso a um conjunto residencial, aí ele ficou assustado e avançou. Eu caí e ele ficou em cima de mim, me mordendo. Ele me mordeu em três lugares, no ombro, na nuca e na barriga. No hora, caí por cima do braço e vou ter que fazer uma cirurgia”, disse. A dona de casa também contou que um homem desconhecido a socorreu, espantando o jumento com um chute.
 A vítima do suposto ataque irá processar o município de Paulista, de acordo com a advogada Mariselma Aleixo de Moraes. “Eu vou registrar um boletim de ocorrência, entrar com uma ação de indenização e com uma ação criminal contra a prefeitura”, afirma.

O ataque não foi registrado pela rede municipal de saúde, segundo a diretora de Vigilância à Saúde da Prefeitura de Paulista, Eliane Rodrigues. “Oficialmente a Diretoria de Vigilância à Saúde do município não tem conhecimento do caso. Nós pedimos que os familiares entrem em contato com o órgão para que as providências sejam tomadas”, afirmou.

Sobre a circulação de animais em vias públicas, a Secretaria de Saúde de Paulista informou que os animais de grande porte apreendidos no município são encaminhados ao Centro de Vigilância Animal (CVA) do Recife. Porém, como o local está sendo reformado o trabalho foi suspenso. A prefeitura também afirmou que a Secretaria de Saúde de Paulista vem estudando a possibilidade de implantar um CVA na cidade e acrescentou que trabalhos educativos vêm sendo realizados junto aos proprietários para que não deixem os animais soltos nas vias públicas.

A reportagem do G1 entrou em contato com a Prefeitura do Recife sobre a reforma do CVA. Até o momento de publicação desta reportagem, o município ainda não havia se pronunciado
.
Fonte: g1 pe

Nenhum comentário: