quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

IPVA 2012 cai em média 10% no Ceará e pode ser parcelado em quatro vezes

O Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) no Ceará vai ter redução média de 10,45% no próximo ano em relação ao valor pago em 2011, de acordo com o secretário da Fazenda do Ceará, Mauro Filho. As alíquotas do imposto continuam as mesmas de 2011 e variam de 1% a 2,5%, conforme o modelo do veículo.
Segundo o secretário, a redução vai variar entre 5% e 38%, dependendo do modelo do veículo. Ainda conforme Mauro Filho, proprietários vão pagar o tributo de 1.532.779 veículos, e a Secretaria da Fazenda espera arrecadar R$ 449 milhões. Se a projeção se confirmar, a arrecadação crescerá 15% em relação a 2011, quando foram arrecadados R$ 390 milhões.
O secretário Mauro Filho anunciou nesta quarta-feira (14) que o IPVA poderá ser pago em até quatro parcelas, desde que cada parcela não seja inferior a R$ 50. Com o parcelamento, a Secretaria da Fazenda espera reduzir a inadimplência. Até 2011, o estado oferecia parcelamento em até três vezes. Quem pagar à vista até 31 de janeiro terá 5% de desconto no valor do imposto.
Os contribuintes também poderão pagar o imposto com cartão de crédito de bandeiras ligadas ao Banco do Brasil. A Secretaria da Fazenda estuda fazer contrato com empresas de cartão para que os proprietários de veículos possam pagar o IPVA com qualquer cartão de crédito.
saiba mais
A base de cálculo do IPVA é tabela divulgada pela Fundação Instituto de Pesquisa Econômica (FIPE), que taz o valor médio de mercado dos veículos. De acordo com o secretário, os carros básicos com itens opcionais, de luxo ou não,  continuam sendo considerados veículos básicos.
Os boletos para o pagamento do IPVA serão enviados aos Correios pela Secretaria da Fazenda a partir do dia 15 de janeiro. A partir de 2 de janeiro, o boleto poderá ser retirado na site da Fazenda. (O link é desviado para o site do Governo do Estado; na página, clique em “Ir para Sefaz”.) O boleto poderá ser pago em sedes do Banco do Brasil, Caixa Econômica, BNB, Bradesco, casas lotéricas e Farmárcias Pague Menos.

Nenhum comentário: