terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Na saída, Angelim revela frustração: ‘Queria ter vencido a Libertadores’

A placa de saída do Engenhão indicava o caminho que Ronaldo Angelim deveria seguir para deixar o estádio na noite deste domingo, depois do empate entre Flamengo e Vasco por 1 a 1. Seis anos depois de chegar ao clube, o herói da conquista do Brasileiro de 2009 foi apenas um torcedor no jogo que classificou o time para a pré-Libertadores. A partir de agora, o zagueiro seguirá seu caminho longe do Rubro-Negro. Mas, ao comentar sobre 2012, o jogador ainda conjuga o verbo como atleta do clube. E revela sua torcida e maior frustração na passagem pela Gávea.

 Espero que no próximo ano o Flamengo possa ganhar a Libertadores, essa foi a minha maior frustração aqui nesses seis anos, queria muito ter vencido uma. Mas não deu. Desde que eu vim para cá, será a quarta vez que o time vai disputar. Espero que seja montado um time forte para conquistarmos, pois a torcida merece - afirmou Angelim, ainda se colocando entre o grupo que disputará a competição.
O zagueiro assistiu ao jogo contra o Vasco de um camarote no Engenhão, situação bem diferente da que viveu em 2009, quando marcou de cabeça o gol da vitória por 2 a 1 sobre o Grêmio, no Maracanã, que garantiu o hexacampeonato brasileiro.
Naquele ano, com seu jeito humilde e peculiar de ser, Angelim foi visto depois do título de uniforme do clube e mochila próximo à sede da Gávea, como um simples mortal à espera da carona de sua mulher Ricássia.
Neste domingo, ao deixar o Engenhão, o jogador recebeu o carinho de torcedores. E lá foi ele com a mesma humildade pegar carona com um amigo.
- Sou torcedor do Flamengo, sempre fui tratado com carinho desde que cheguei aqui. Procurei ser o mais profissional possível, nunca faltei treino, me machuquei pouco, dei meu melhor quando entrei em campo. Só tenho a agradecer à torcida do Flamengo, fui muito pouco vaiado, tinha que errar muito para isso acontecer.
Angelim comparou a conquista da vaga na pré-Libertadores como torcedor com o título de 2009 como jogador.
- Esse jogo era mais tranquilo. Já tinha até falado com alguns companheiros que já estávamos classificados, mas íamos fazer de tudo para ganhar do Vasco e dar o título ao Corinthians. Em 2009, foi uma final, valia o título para o Flamengo. Ficar fora é muito pior pela ansiedade. É melhor ficar na adrenalina do jogo - completou o jogador.
Ronaldo Angelim Flamengo 2 x 1 Grêmio 06/12/2009 (Foto: Reuters)
Na última rodada do Brasileirão 2009, Angelim fez o gol da vitória por 2 a 1 sobre o Grêmio (Foto: Reuters)


Nenhum comentário: