terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Comercio de várias cidades do Cariri fecha por falta de segurança

Por total falta de segurança o comércio de várias cidades do Cariri fechou suas portas ao meio-dia, temendo assaltos e arrastões. Com toda policia em greve, ficou inviável o funcionamento comercial nas grandes cidades interioranas, a exemplo de Fortaleza. Em Juazeiro do Norte, maior centro comercial do interior do Ceará, nada funcionou depois do meio-dia. A população se refugiou em suas casas e tem evitado ir ao comércio fazer compras. Quem trafega pela principal rua do centro comercial em Juazeiro compara esta terça-feira como um dia de domingo ou feriado. Nenhuma loja abriu suas portas.

Não se encontra um policial nas ruas e muito menos viaturas. A notícia que a Força Nacional de Segurança e o Exército Brasileiro do Batalhão de Petrolina, Pernambuco, estariam chegando, ainda não foi concretizada. O comando da Policia Militar pede calma a população enquanto os comerciantes caririenses amargam os prejuízos com o fechamento forçado de suas casas comerciais. A Câmara de Diretores Lojistas (CDL) e a Associação Comercial lamentam o que ocorre no momento e as duas entidades esperam um entendimento o mais rápido possível entre governo e grevistas.
 BOATOS

Além do temor da população que se encontra em polvorosa por causa da paralisação da Policia Militar e dos Bombeiros, a onda de boatos que tomou conta da cidade pela manhã, aumentou na tarde de hoje e provocou corre-corre no centro e bairros da cidade. Assim que o comércio em Juazeiro começou a fechar, aumentou os boatos dos arrastões. Comerciários saiam das lojas apavorados e corriam pelas ruas a procura de um mototaxi ou um ônibus par ir embora para suas casas. Existe informações que em outras regiões do estado a situação é a mesma da região do Cariri.


 Fonte: Miseria.com.br

Nenhum comentário: