segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Despres e Peterhansel são campeões do Rally Dakar

Como esperado após a realização da etapa de sábado, dois competidores franceses se consagraram neste domingo como campeões entre as motos e carros da edição de 2012 do Rally Dakar, realizado na América do Sul. Cyril Despres, entre as motos, e Stephane Peterhansel, entre os carros, faturaram o título da prova com o encerramento da especial em Lima.

A etapa deste domingo (15) foi realizada entre as cidades de Pisco e Lima, ambas no Peru, que recebeu pela primeira vez o Rally Dakar. Com uma distância total de 283 quilômetros, a última especial da prova em 2012 teve 254 quilômetros de deslocamento e apenas 29 quilômetros cronometrados.

Despres praticamente assegurou o seu título no sábado ao abrir uma vantagem para o vice-líder Marc Coma. O espanhol sofreu uma penalização de 45 minutos por ter trocado de moto. Neste domingo, o francês apenas "cumpriu tabela" para faturar o seu quarto título do Dakar entre as motos.

O norueguês Pal Anders Ullevalsete venceu a etapa, com o tempo de 22min26, seguido por Coma, que foi 1min08 mais lento. Já Despres ficou apenas na décima posição, 3min51 atrás do vencedor. Mesmo assim, comemorou mais um título. As outras conquistas do francês aconteceram em 2005, 2007 e 2010, sendo apenas a última na América do Sul.

Na classificação geral, Despres terminou com o tempo de 43h38min11, com 53min20 de vantagem para Coma. O português Helder Rodrigues ficou na terceira colocação, mais de uma hora atrás do vencedor. Estreante no Dakar, Felipe Zanol foi o principal destaque brasileiro entre as motos ao concluir a prova na décima colocação, 3h25min56 atrás de Despres.

Com a conquista entre os carros, Peterhansel passa a ter dez títulos do Dakar, sendo que seis entre as motos. A sua conquista também foi quase garantida no sábado, quando abriu uma vantagem de 40 minutos para o espanhol Nani Roma, que ficou na segunda colocação.

Como a etapa deste domingo era muito curta, as chances de alteração na liderança eram remotas. Assim, Peterhansel faturou o título com um tempo total de 14h54min46 e uma vantagem de quase 42 minutos para Roma. O sul-africano Giniel de Villiers ficou na terceira posição, 1h13min25 atrás do vencedor. Jean Azevedo, em 23º lugar, foi o melhor brasileiro entre os carros.

Neste domingo, Peterhansel ficou apenas na décima colocação na etapa final do Dakar. O resultado, porém, foi suficiente para que o francês, campeão nas motos em 1991, 1992, 1993, 1995, 1997 e 1998 e nos carros em 2004, 2005 e 2007 comemorasse um novo título.

A etapa final entre os carros foi vencida pelo norte-americano Robby Gordon, com o tempo de 22min43, seguido pelo português Ricardo Leal dos Santos e pelo polonês Krzysztof Holowczyc.

O holandês Gerard De Rooy faturou o título do Rally Dakar entre os caminhões, enquanto o argentino Aljandro Patronelli foi campeão na disputa dos quadriciclos.

Fonte: DN 

Nenhum comentário: