sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Mulher pede assassinato como 'prova de amor' no CE, diz polícia

A Polícia Civil do Ceará prendeu na quarta-feira (4) uma mulher de 34 anos suspeita de ter pedido ao namorado a morte de um homem como “prova de amor” e “presente de aniversário” em junho de 2011 no município de Quixadá, no Sertão Central do Ceará. Segundo o titular da delegacia regional de Quixadá, Marcos Sandro Lira, a investigação levou aos mandados de prisão da suspeita, do namorado dela e de um terceiro envolvido, que teria feito o assassinato.

Dois homens em uma moto mataram o comerciário de 28 anos, desafeto da mandante, no Centro de Quixadá a tiros em 12 de junho de 2011. Na investigação, o delegado disse ter descoberto que a vítima havia discutido com a suposta mandante do crime e o ex-marido dela em 2008, quando fogos de artifício usados na comemoração do aniversário da mandante caíram dentro da casa do comerciário, assustando a mulher e o filho dele. Houve luta corporal entre os dois casais, que foram conduzidos à delegacia e fizeram um acordo no juizado especial.
Ainda de acordo com as investigações, dois anos após a briga, a mulher, separada, estava com outro namorado, um homem de 25 anos, e aproveitou a chegada do aniversário dela para “pedir um presente como prova de amor” ao atual companheiro. “Esse pedido foi o assassinato do comerciário e da mulher dele, com quem ela discutiu”, afirma o delegado. Para realizar o pedido, o primo do namorado dela, conhecido por cometer outros homicídios na região, foi chamado para atirar contra o comerciário enquanto ele andava na calçada de um restaurante no Centro de Quixadá.
Após a morte do marido, a mulher do comerciário fugiu e encontra-se sob proteção policial junto com as outras testemunhas ouvidas na investigação. Após a expedição de três mandados judiciais, o delegado conseguiu prender a suposta mandante do crime e o namorado que cumpriu a “prova de amor”. Eles negam a versão apurada durante a investigação. O terceiro envolvido, um jovem de 19 anos que disparou os tiros contra a vítima e suspeito de cometer outros oito homicídios na região, está foragido.

Fonte: G1 CE

Nenhum comentário: