quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Nove cidades do Sertão de Pernambuco, decretam emergência devido à seca

Moradores de cidades do Sertão de Pernambuco estão sofrendo com a estiagem há quase dez meses. De acordo com a Secretaria Nacional de Defesa Civil, nove municípios pernambucanos decretaram estado de emergência por causa da seca. São elas: Belém do São Francisco, Cabrobó, Flores, Floresta, Lagoa Grande, Santa Cruz da Baixa Verde, Santa Filomena, Taquaritinga do Norte e Ibimirim. Nos roçados, muitas plantações foram perdidas e os animais morrem de sede.

Na casa do agricultor Pedro Pereira, a água das cisternas está no fim. "A água tem que ser para o consumo de casa, para os bichos beberem e para lavar roupa. Daqui a 15 dias não tem mais nada", lamentou.

Nessas cidades, riachos e açudes estão vazios. O rio Pajeú, que banha 12 municípios do Sertão do estado, também está secando. Os bichos morrem mais com sede do que por falta de alimentos. Os sertanejos, porém, sabem conviver com as longas estiagens e encontram alternativas na natureza para alimentar os animais.

A algaroba, que uma planta resistente à seca, tem a vagem rica em proteína e serve para o gado. Outros utilizam a macambira. O agricultor Elias Eugênio da Silva salva a vida dos seus bodes com palma e capim seco. “Vem da força divina, por que o nordestino, é um homem forte, é bravo”, afirmou.

Fonte: G1 PE

Nenhum comentário: