sábado, 28 de janeiro de 2012

Traficante FB é preso em São Paulo Fabiano Atanázio era um dos homens mais procurados pela polícia do RJ.

O traficante Fabiano Atanázio da Silva, conhecido como FB, foi preso por policiais da 25ª DP (Engenho Novo) na noite desta sexta-feira (27). Ele foi encontrado em Campos do Jordão, em São Paulo.
As primeiras informações, no entanto, eram de que ele havia sido preso em  São José dos Campos, também em São Paulo.
FB era um dos homens mais procurados pela polícia do Rio. O Disque-Denúncia oferecia R$ 10 mil de recompensa por informações que levassem à prisão do traficante.
Fabiano Atanázio estava morando com a família em uma casa de alto luxo em Campos do Jordão. Além dele, a polícia prendeu no local o traficante conhecido como Claudinho CL. 
O governo do estado do Rio de Janeiro tenta fretar um avião para trazer os criminosos ainda nesta madrugada.
A polícia chegou ao paradeiro de FB, após uma investigação que começou com a descoberta de um sítio em Itaboraí, na Região Metropolitana do Rio, alugado pela facção criminosa que ele comandava. No local, os policiais descobriram farto material de munição e armas escondidas.
Perfil FB
Ele é considerado pela polícia o ex-líder do tráfico na Vila Cruzeiro, que pertence ao Conjunto de Favelas da Penha, ocupada pela polícia desde o final de 2010.
FB também é apontado como o responsável pela queda de um helicóptero da Polícia Civil, durante uma operação no Morro dos Macacos, na Zona Norte, em 2009. Na ocasião, três policiais morreram.
Em 2002, FB chegou a ser preso, mas três meses depois fugiu da Casa de Custódia Jorge Santana, em Bangu, na Zona Oeste do Rio, através de um túnel supostamente construído pelos detentos.
Em 9 de janeiro deste ano, o pai de FB chegou a ser detido em uma megaoperação da Polícia Militar em dez comunidades da Zona Oeste e subúrbio do Rio. O pai foi encontrado numa casa no Morro do Chapadão, em Costa Barros. Ele foi levado para a 39ª DP (Pavuna) e liberado em seguida, como informou a polícia.

G1.com

Nenhum comentário: