sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Família abandona casa no sítio por conta de pedras que vem do além em Caririaçu-CE

Uma família inteira abandonou uma casinha de taipa na qual moravam no Sítio Umari, distante 5 km do centro de Caririaçu, por conta de um misterioso apedrejamento. O caso está envolto em mistério, principalmente porque a casa fica em um lugar de difícil acesso e com um único vizinho que só aparece no local aos finais de semana. A situação já foi comunicada na Delegacia de Caririaçu e policiais foram lá, mas não viram nada anormal a não ser a destruição.
Eles abandonaram a casa após muitos dias sofrendo com a situação sem uma explicação plausível e já estão morando em outro casebre no Sítio Caboclo. O radialista Pedro de Abílio, colaborador do Site Miséria em Caririaçu, foi na casa anterior e disse ter ficado impressionado com a destruição como telhado, portas e guarda-roupa quebrados, além de outros danos materiais. Segundo Damião, seu pai adoeceu por causa dos sucessivos apedrejamentos e o fato de ter que se mudar. 
Seriam vândalos ou algo do além? O que se sabe é que o simples imóvel foi apedrejado durante a noite destruindo o teto enquanto os cachorros latiam. Três pessoas circularam nos arredores da casa, mas não encontraram ninguém. O dono do imóvel é o agricultor e deficiente visual Francisco Vieira de Souza, de 67 anos, o Chicuta de Odílio, e ali mora com a esposa Maria Palmeira Vieira, de 55 anos, a Dona Nina, e um filho Damião Palmeira Vieira, de 25 anos.



Fonte: Miseria.com



Nenhum comentário: