sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Pernambuco comemora vitória de samba-enredo sobre Gonzagão no RJ


Em Pernambuco, a vitória da escola de samba Unidos da Tijuca, com o enredo sobre Luiz Gonzaga, foi comemorada por toda parte. Na pequena cidade de Exu, no Sertão, os conterrâneos de Gonzagão não falam em outro assunto. Emoção e orgulho tomaram conta da cidade desde o desfile e mais ainda na divulgação do resultado. Debaixo de um juazeiro, a conquista foi comemorada ao som de uma animada roda de sanfona – do jeito que Gonzagão gostava. "Isso é uma prova de que Luiz Gonzaga envolve todos os segmentos de cultura. É carnaval, samba, pagode, rock, soul...", diz o sanfoneiro Joquinha Gonzaga, sobrinho do mestre.
No Recife, a sanfona ditou o ritmo da comemoração num encontro de 25 sanfoneiros e vários sambistas no bar Arre Égua, conhecido reduto do forró na capital pernambucana, na Cidade Universitária. Eles cantaram juntos o samba-enredo da Unidos da Tijuca, com o boneco gigante do Rei do Baião como convidado especial . “Luiz Gonzaga foi uma estrela tão forte no Nordeste que a prova tá aí”, disse o sanfoneiro Camarão.
O mestre Dominguinhos acompanhou do Recife o desfile da Unidos da Tijuca e gostou do que viu. "Devido a Gonzaga ter chegado no Rio de Janeiro muito novo e começado toda a carreira dele, os ambientes por onde passou, onde tentou tocar, se perpetuar como sanfoneiro... Foi no Rio de Janeiro. Eles acertaram em cheio fazendo essa homenagem", afirmou.
A escola de samba Unidos da Tijuca não conquistou apenas ele, mas os jurados também. Por um décimo, a agremiação não obteve a pontuação máxima, de 300 pontos. Mas ficou com o primeiro lugar do grupo especial do carnaval carioca. Na Marquês de Sapucaí, 3.600 componentes ajudaram a contar a história do pernambucano nascido em Exu e que completaria 100 anos de vida em dezembro. Em cada fantasia, em cada carro alegórico, um pouco de Luiz Gonzaga e do amor que ele sentia pelo Sertão e sua cultura.
O governador Eduardo Campos considerou a conquista da Unidos da Tijuca uma vitória para a cena cultural pernambucana. "Pernambuco fez um carnaval campeão aqui e foi campeão na Unidos da Tijuca. Isso faz com que o Brasil olhe mais pra Pernambuco, que vive um momento muito bonito na sua economia e desperta para sua extraordinária cena cultural, que é, sem sombra de dúvida, um valor importante para o nosso desenvolvimento e para o turismo", analisa. Campos disse que no sábado deverá acompanhar o desfile das escolas campeãs no Rio de Janeiro.
A partir das 20h, na Sala de Reboco, o cantor Toinho do Baião recebe Maciel Melo, Josildo Sá, Genaro e Beto Hortis para um show em homenagem ao Rei do Baião. Os ingressos custam R$ 20.

Nenhum comentário: