terça-feira, 27 de março de 2012

Alunas são reveladas como jovens talentos

Juazeiro do Norte. Jovens talentos despertam para o mundo da inventividade científica. O Ceará contará com uma grande parcela de contribuição na Feira Internacional de Ciências e Engenharia (Isef) 2012. Dos 18 projetos brasileiros para competirem na Intel Isef de vários Estados do Brasil, maior feira pré-universitária do mundo, dois são do Estado. As alunas são das cidades de Bela Cruz, e Juazeiro do Norte. Os projetos envolvem resultados que possam ser benéficos para as comunidades nos quais estão inseridos.

Segundo o gerente de Educação da Intel Brasil, Rubem Saldanha, são trabalhos com rigor científico e critérios de inovação e com aplicação prática. A estudante do ensino médio, de apenas 15 anos, Ana Luisa Lopes Marques Coutinho, de Juazeiro do Norte, já comemora de forma antecipada a escolha do seu trabalho, que já vem de alguns destaques no Brasil, de feiras que tem participado. Depois de receber várias premiações, estará durante o mês de maio nos Estados Unidos, juntamente com mais duas representantes do Ceará, as alunas Antonia Amanda Araújo e Socorro Margarete Oliveira, do Município de Bela Cruz.

A reutilização de garrafas pet na construção de sistema de irrigação é o projeto vitorioso de Ana Luisa. Atende aos pré-requisitos de alta eficiência de aplicação da água, baixo consumo de energia, baixo custo de implantação e fácil manuseio pelo produtor. A proposta nasceu a partir de uma observação na fazenda do seu pai e orientador do projeto, o engenheiro Cláudio Ribeiro Coutinho, em Quixeramobim. Com a escassez de água, veio a ideia de criar algo que fosse útil para a comunidade, em condições acessíveis e com economia para o principal produto utilizado, a água.

Alegria
Com as garrafas, ´macarrões´ de plástico usados em cadeiras, canos pvc, gesso e uma caixa d´água é possível levar irrigação para o subsolo, sem fazer com que aja praticamente evaporação da água, o que a jovem inventora chama de sub superficial. E foi com esses instrumentos que Ana Luisa conseguiu obter a segunda colocação, ano passado, na Feira Nordestina e Ciência e Tecnologia (Fenecit) e na Mostratec ficou entre os nove primeiros colocados, no final do ano passado, colocação que lhe deu a concessão de participar da feira internacional.

"Para mim é uma grande alegria poder estar representando o Ceará e o Brasil, no evento mais importante do mundo na área", diz ela. Já as estudantes Antonia Amanda Araújo e Socorro Margarete Oliveira vão apresentar o projeto "Fabricação de papel a partir de fibras naturais", no Município de Bela Cruz. O trabalho conta com a orientação de Fernando Nunes de Vasconcelos.

A Intel Brasil apresentou a Delegação Brasileira de jovens cientistas, classificada para a maior feira de ciências e tecnologia do mundo, recentemente. Os estudantes pré-universitários competirão com jovens de todo o mundo por bolsas de estudos e prêmios. A Intel Isef reúne mais de 1.500 estudantes de 65 países, concorrendo a prêmios e bolsas de estudos.

ELIZÂNGELA SANTOS


REPÓRTER


Diário do Nordeste

Nenhum comentário: