sexta-feira, 23 de março de 2012

Mãe tenta matar os quatro filhos com remédios no ES, diz polícia


Um mãe suspeita de tentar matar os quatro filhos foi detida na noite desta quinta-feira (22), em Jaburuna, Vila Velha,Espírito Santo. Segundo a polícia, ela preparou uma mistura de medicamentos e, quando iria dopar as crianças, o marido a impediu.
A mãe prestou depoimento no Departamento de Polícia Judiciária do município, foi liberada e será investigada. Para o delegado, a mulher tem problemas psicológicos. Os menores foram encaminhados ao Conselho Tutelar e aguardam a avó chegar da Bahia para voltarem à família.
A presidente do Conselho Tutelar de Vila Velha, Eudes Vianna, informou que essa é a segunda tentativa de assassinato contra os filhos que a mulher comete. “Na primeira, ela jogou álcool em um colchão e foi impedida de atear fogo. Sempre que briga com o marido, tenta se matar ou agredir as crianças”, afirma.
Os vizinhos informaram que as crianças moravam com os avós e, há dois meses, estão com a mãe. Uma mulher, que preferiu não se identificar, disse que é conselheira da igreja que acompanha família e que está horrorizada com o acontecimento. “Depois de uma discussão com o companheiro, ela se descontrolou e tentou matar os filhos, que também têm sinais de desnutrição”, disse.
A mulher de 30 anos afirma que perdeu o controle, mas negou as acusações de tentativa de homicídio. Ela disse que foi um acidente. "Quando fico nervosa, às vezes, quebro as coisas. Não sei o que aconteceu. Não conseguir me controlar. Admito o meu erro", contou a mãe.
O delegado encaminhou a mulher para a casa de um parente. O caso será investigado pela Delegacia de Proteção a Criança e ao Adolescente.
As crianças estão em um abrigo, aguardando a chegada dos avós, que chegam, nesta sexta-feira (23), da Bahia. De acordo com o Conselho Tutelar, os menores vão ficar com os parentes e a mãe será encaminhada para tratamento.
Mãe tenta matar quatro filhos com medicamentos, diz polícia (Foto: Reprodução/TV Gazeta)Mãe tenta matar quatro filhos com medicamentos, diz polícia
G1.com

Nenhum comentário: