sábado, 10 de março de 2012

Marcelinho Paraíba se recusa a fazer teste do bafômetro e tem habilitação apreendida

Marcelinho Paraíba se envolveu em mais uma polêmica fora das quatro linhas. O meia do Sport teve a carteira de motorista apreendida ao ser parado em uma blitz na madrugada de quinta para sexta-feira em Recife.

O jogador estava acompanhado de sua família e ao ser abordado por agentes do Detran na Região Metropolitana da capital pernambucana, ele se recusou a fazer o teste do bafômetro. Por conta disso, ele teve a habilitação apreendida e precisará pagar uma multa no valor de R$ 957 e perderá sete pontos na carteira.


Como não poderia dirigir, Marcelinho Paraíba foi ao treino desta sexta-feira de carona com a sua esposa. Após a movimentação, o meia explicou o ocorrido e disse que irá pagar por seu erro.
Marcelinho explicou que após jantar com sua família na noite de quinta-feira, ele foi assistir um show de humor e reconheceu que tomou algumas taças de vinho.

“Os torcedores do Sport precisam saber o que aconteceu. Após jantar com a minha família, fomos assistir um show de humor e tomei alguns copos de vinho. Quando me dirigia para casa, fui abordado pelos funcionários do Detran e me pediram os documentos do carro e a minha carteira. Eles pediram para eu fazer o teste, mas eu recusei porque eu tenho esse direito”, explicou o atleta.
“De qualquer forma, preciso deixar claro que cometi um erro e vou ter que pagar por ele. Espero que isso sirva de exemplo para outras pessoas”, acrescentou.

Marcelinho Paraíba vem sendo investigado pelo suposto crime de estupro em uma festa no sítio do jogador na madrugada do dia 30 de novembro do ano passado em Campina Grande (PB). Na oportunidade, ele teria tentado dar um beijo na advogada Rosália Zabatos de Abreu.

Uol.com

Nenhum comentário: