quinta-feira, 29 de março de 2012

No "Brasil Urgente", Datena diz que não teria dinheiro do resgate se fosse sequestrado


Durante o programa "Brasil Urgente" desta quarta-feira (28), o apresentador José Luís Datena comentou sobre a descoberta da polícia de que bandidos pretendiam sequestrá-lo nesta noite, no caminho de volta para casa.
"Eu só queria avisar esses bandidos sacanas que eu acredito muito em Deus e não tenho medo de vocês. Fui aconselhado pela polícia a ficar calado mas não consigo ficar de boca fechada", disse o apresentador.
De acordo com nota publicada pelo colunista do UOL Flávio Ricco, o crime aconteceria entre 20h30 e 21h, na rodovia Castelo Branco, entre os municípios de São Paulo e Osasco. A polícia alertou o apresentador e, através de um cruzamento de informações, chegou ao veículo que seria utilizado para o crime.
Datena disse que, se o sequestro fosse realizado, ele não daria o dinheiro de resgate. "Se me sequestrar vocês vão ter que me matar, vocês jamais terão o dinheiro de resgate. Primeiro porque eu não tenho, fiz tanta coisa errada na minha vida que não sobrou quase nada. Meus bens materias são poucos. E segundo que se eu tivesse dinheiro não daria para vocês, para comprarem armas e matarem pessoas".
O apresentador também aproveitou o programa para agradecer o trabalho da polícia, e alertou os bandidos: "Eu espero que se algum dia vocês realizarem algum ato como esse, que seja contra mim, olhando na minha cara [...], mas não toquem em um fio de cabelo da minha família que não vai ser bom para vocês".

Fonte: Uol

Nenhum comentário: