quarta-feira, 7 de março de 2012

Permanece em estado grave Garoto mordido por sagui na zona rural de Jati-CE

O Hospital e Maternidade São Vicente de Paulo, em Barbalha poderá registrar, nos próximos dias, o primeiro caso de raiva humana deste ano no Ceará. O garoto de iniciais C.E.F. deu entrada na unidade com quadro clínico que indica a doença. O garoto já passou por exames para a confirmação da raiva, entretanto, o resultado final da analise ainda não foi concluído.

O menino, que tem nove anos e é natural da cidade de Jati, deu entrada no Hospital São Vicente de Paulo com um quadro de inquietação, febre e vômitos. Ele foi encaminhado pelo Hospital Geral de Brejo Santo e chegou com hipótese diagnóstica de meningite. No entanto, a equipe médica do hospital barbalhense afastou essa possibilidade.

A suspeita de raiva humana surgiu depois que os médicos foram informados que C.E.F. havia sido mordido por um animal silvestre, um sagui, há 30 dias. O garoto não havia realizado a prevenção da doença. Os profissionais solicitaram parecer de um neurologista e de um infectologista para que o tratamento fosse iniciado.

Amostras da saliva da criança formam encaminhadas ao Laboratório Central de Saúde Pública do Ceará (Lacen), onde serão realizados exames. O paciente está na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pediátrica. O estado é grave, ele respira com a ajuda de aparelhos.

Para o tratamento, os médicos utilizam o método adotado em um caso similar que aconteceu em Floresta e foi tratado no Hospital Oswaldo Cruz, em Recife (PE). Em 2008, na capital pernambucana, Marciano Gomes, na época com 16 anos, foi a segunda pessoa no mundo e primeira no Brasil a sobreviver à raiva humana.



Fonte: DN

Nenhum comentário: