sábado, 17 de março de 2012

Polícia procura homem considerado maior ladrão de bancos de São Paulo


A polícia de São Paulo está, de novo, atrás de um assaltante que há 20 anos só atua no ramo de roubo a bancos e carros forte. O criminoso já foi preso seis vezes, mas fugiu da cadeia e nos últimos dois anos participou de pelo menos cinco assaltos.
O homem de 40 anos é Rolídio Brasil Fontanela Souza Gama, mas ele já usou outros cinco nomes. Os arquivos da polícia também mostram que ele tinha documentos com oito nomes de mães diferentes.
Para a polícia, Rolídio, também conhecido como "monstro" é um dos maiores ladrões de banco de São Paulo.
Nos últimos 20 anos, 57 homens presos por assaltos a agências bancárias relataram a participação dele nos casos. Rolídio já foi indiciado oito vezes e, por seis vezes, foi parar na cadeia. Em 2007, fugiu da penitenciária de Valparaíso, no interior paulista, e nunca mais foi preso.
Desde 2010, a polícia já confirmou a participação dele em pelo menos cinco assaltos na capital e na Grande São Paulo. O mais recente foi em Poá, na última terça-feira (13). O bando fez uma faxineira refém e levou R$ 600 mil.
"Ele é um indivíduo de alta periculosidade. Há indícios que ele possa agir aliciando vigilantes de banco”, diz o delegado Jorge Luiz Neves Esteves.
É Rolídio quem aparece em imagens gravadas obrigando o funcionário a tirar dinheiro dos cofres de uma agência em Suzano, região metropolitana de São Paulo. A ação foi em fevereiro. A quadrilha, chefiada por Rolídio, levou R$ 300 mil.

Fonte: Globo.com

Nenhum comentário: