sábado, 14 de abril de 2012

Acidentes de trânsito estão matando 150 pessoas por dia no Brasil diz Denatran


Acidentes de trânsito estão matando 150 pessoas por dia no Brasil, aponta pesquisa feira para o Denatran
O trânsito está matando 150 pessoas por dia, 4.500 por mês e 54.750 por ano, informou o presidente do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), o piauiense Júlio Arcoverde, ao divulgar resultados de pesquisas feitas pelo Ministério da Saúde e do Ipea (Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas).
Segundo Júlio Arcoverde, no local da colisão dos veículos morrem 114 pessoas no Brasil por dia, 3.420 por mês e 41.610 por ano.
“É como se a cada dois dias caísse um Boeing com a morte de todos os 222 passageiros”, declarou Júlio Arcoverde.
As 150 pessoas mortas por dias são vítimas de acidentes que morrem no local da colisão e as que morrem dias depois dos desastres em hospitais ou em casa.
Júlio Arcoverde declarou que houve uma redução de 24% das mortes nos acidentes em todo o Brasil durante a Semana Santa neste ano em relação ao mesmo período de 2011.
“O resultado superou as nossas expectativas, é já fruto de nossas campanhas educativas, estamos trabalhando muito de forma compartilhada entre o Denatran, Polícia Rodoviária Federal, Detrans e Secretarias Estaduais de Trânsito, além de um mídia que nós estamos intensificando nas televisões, nas rádios e nos jornais, principalmente nos feriados prolongados”, afirmou Júlio Arcoverde, que já foi diretor do Detran (Departamento Estadual de Trânsito) no Piauí.
Das vítimas fatais, 73% são homens. Segundo Júlio Arcoverde, as mortes por acidentes de motocicletas representam 60% do total; e 15% são mortes provocadas por acidentes envolvendo pessoas alcoolizadas.
O Denatran fechou um pacto com a ONU (Organização das Nações Unidas) para reduzir a mortalidade no trânsito na década entre 2011 a 2020, em 50%.
“Nós assinamos o pacto ´para a redução das mortes no trânsito em 50%. É um acordo também assinado a OMS (Organização Mundial de Saúde)”, declarou Julio Arcoverde.
Ele vai para Genebra (Suíça) para mostrar os resultados conseguidos pelo Governo do Brasil em relação à mortalidade no trânsito.
Arcoverde informou que do Natal do ano passado até agora também houve uma redução de 22% nas mortes no trânsito. No Natal, a redução foi de 44%; no Réveillon foi de 18% e de 22% no Carnaval.

meionorte

Nenhum comentário: