sábado, 21 de abril de 2012

Estiagem: Quatro municípios Cearenses decretam situação de emergência


Quatro municípios do Ceará decretaram situação de emergência por causa dos efeitos da estiagem. Os prefeitos de Choró, Madalena e Quixeramobim, no Sertão Central, e Tauá, no Sertão dos Inhamuns, assinaram decretos de situação de emergência em abril. 

Em Tauá, segundo maior município em extensão territorial do Estado, a situação é “gravíssima”, segundo o coordenador municipal da Defesa Civil, Francisco Barroso. Ele conta que não há mais pasto para os animais e que os agricultores estão se desfazendo dos rebanhos “a preços aviltantes”. “A situação, no máximo em maio, se torna insustentável”, projeta.


Barroso contabiliza perdas acima de 80% da área plantada. “Até mesmo os carros-pipa estão parados”, aponta o coordenador. Segundo ele, os produtores estão preocupados com as dívidas nos bancos.


Em Madalena, o prefeito Wilson Pinho diz que, à exceção da sede, praticamente toda a área do município está sendo abastecida por carros-pipa. Segundo ele, uma retroescavadeira enviada pelo Governo Federal tem ajudado a cavar poços em busca de água. “Atender o abastecimento humano é fácil, mas do gado não. O rebanho está em muitos assentamentos onde é difícil chegar água”, aponta. As perdas em Madalena chegam a 58%.


Em Choró, a chefe de gabinete da prefeitura, Robervânia Pinheiro, diz que grupo de 180 agricultores procurou os gestores municipais solicitando cestas básicas e liberação de mais carros-pipa. A solicitação de mais adutoras e poços também está entre as reivindicações dos produtores rurais. Segundo ela, 65% da produção está perdida.


Apesar do decreto dos quatro municípios, de acordo com a assessoria de imprensa do Ministério da Integração Nacional, apenas Quixeramobim está com o pedido de solicitação de reconhecimento em análise pela Secretaria Nacional de Defesa Civil (Sedec).

E agora 

ENTENDA A NOTÍCIA


O deputado Raimundo Gomes de Matos (PSDB) propôs, para próxima semana, a mudança de uma sessão plenária na Câmara em comissão geral. O objetivo é debater, entre as bancadas estaduais, a seca no Nordeste e no Sul.


Opovo online

Nenhum comentário: