quinta-feira, 26 de abril de 2012

Pai é preso suspeito de ferir filho de um ano com foice em Ouricuri-PE


Mais um caso de violência contra bebês cometido pelos próprios parentes foi registrado em Pernambuco. Um homem de 40 anos foi preso em Ouricuri, no Sertão do estado, suspeito de machucar o próprio filho – um bebê de 1 ano e 7 meses – com uma foice, na quarta-feira (25). De acordo com informações da Polícia Civil, o crime só foi registrado depois que a mãe deu entrada no hospital regional da cidade. A criança foi ferida no rosto, próximo à testa.


Segundo o delegado José Renivaldo da Silva, responsável pelo caso, o homem apresentava sinais de embriaguez. “Ele estava embriagado e era costume ele agredir a esposa. E, nesse dia, agrediu e ainda feriu a criança, tendo risco de vida, com uma foice”, contou. A família mora no povoado de Extrema, a cerca de 50 km da sede de Ouricuri. O casal possui ainda outros sete filhos, todos menores de idade.
“Eu estava na cozinha, colocando a panela no fogo, aí só escutei o grito no menino. Quando eu vi, ele já estava cortado, com o sangue escorrendo”, falou Maria Leite, mãe da criança. De acordo com o Boletim de Ocorrência registrado na delegacia de Ouricuri, o homem apresentava sinais de embriaguez e teria agredido a esposa antes de ferir o filho.


O suspeito foi autuado por tentativa de homicídio e violência doméstica e encaminhado à cadeia pública da cidade. De acordo com a direção do Hospital Regional de Ouricuri, a criança não corre risco de morte. “Felizmente, o que aconteceu não foi profundo, foi na pele e leve. O hospital tomou as medidas necessárias de atendimento, fez a sutura, e a criança segue internada”, disse o médico Neomar Dias.


Segundo o Conselho Tutelar do município, os pais podem perder a guarda dos filhos. “Vai ser feito encaminhamento e o Ministério Público e o Judiciário vão determinar, porque ela pode sim perder [a guarda]”, concluiu a conselheira tutelar da cidade, Ivone Bezerra.


G1 PE

Nenhum comentário: