domingo, 8 de abril de 2012

Patos do Piauí: Homem é assassinado e polícia captura dupla acusada


Um crime brutal ocorrido em plena Sexta-feira Santa chocou a população do pacato município de Patos do Piauí. Um homem identificado por José Francisco da Silva Filho, de 51 anos, foi brutalmente assassinado por volta das 21h da sexta-feira (06) na localidade Morro da Onça.

A dupla, Deusivan Marcelino da Silva, de 25 anos, e Rodrigo Ludugério da Costa, de 48 anos, envolvida no homicídio, foi capturada nas primeiras horas da manhã deste sábado (07) pela guarnição da Polícia Militar, composta por policiais do GPM de Patos e da 3ª Companhia, de Jaicós.

Os fatos
Uma discussão teria a causa do crime. Segundo relatos da polícia e de testemunhas, Deusivan e um terceira pessoa identificada por Reinaldo, bebiam juntos em um bar quando se desentenderam e chegaram a se agredir. Deusivan teria ido até sua casa, pego uma arma e retornado na acompanhado da esposa, de um filho e de Rodrigo.

No trajeto, encontrou com o desafeto Reinaldo, que seguia para casa na companhia do tio e vítima, José Francisco, e de outras pessoas. Ao avistar Deusivan armado, Reinaldo fugiu. Seu tio José Francisco, que não tinha nada com a confusão, permaneceu e acabou se tornando a vítima. Tomado pela ânsia da vingança, Deusivan disparou contra José Francisco, mas errou. Em seguida, a dupla usou pedaços de pau para cometer o assassianto, que foi testemunhado por vizinhos.

Após o crime, a dupla fugiu pela mata. Com eles, a esposa de Deusivan e uma criança. Por volta de 1h da madrugada foram avistados pela polícia na mata. A dupla resistiu à prisão e fugiu pela mata. A mulher e a criança foram recolhidas pela PM e levadas para a cidade de Patos. As buscas comandadas pelo Ten. Araújo se estenderam por toda a madrugada. Somente por volta das 6h de hoje a dupla foi localizada e presa. Com eles foram encontradas duas armas, sendo uma espingarda calibre 12 e um revólver calibre 38.

Deusivan já foi preso por envolvimento em furtos e fugiu da Delegacia de Polícia de Jaicós. Contra ele, há ainda relatos de um suposto homicídio a um homosexual realizado no Estado de São Paulo. Rodrigo disse à polícia que é deficiente mental.


Fonte: cidadesnanet/Piauíhoje




Nenhum comentário: