terça-feira, 17 de abril de 2012

Sem-terra interditam rodovias de Pernambuco


Integrantes do Movimento dos Sem-Terra (MST) interditam, na manhã desta terça-feira (17), várias estradas pernambucanas. A manifestação faz parte do movimento chamado Abril Vermelho, realizado todos os anos, no mês de abril, em memória dos 19 sem-terra que foram mortos no interior do Pará no dia 17 de abril de 1996, no episódio que ficou conhecido como massacre de Eldorado de Carajás. Em Pernambuco, sem-terra interditaram as BRs-232, em Gravatá, BR-232 em Moreno, BR-101 em Escada; BR-408, em São Lourenço da Mata. Além dessas rodovias, os manifestantes também bloquearam a PE-60, próximo a Cabo de Santo Agostinho.
Em seguida, os representantes dirigiram-se para a BR 232, em Gravatá e na BR 408, em São Lourenço da Mata. Essas localidades já estão livres e com o trânsito normalizado.
No momento, eles fecharam a BR-428, em Santa Maria da Boa Vista; a BR-104, em Caruaru e a BR-423, em Garanhuns.
Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a BR-232, que liga o Recife ao interior do Estado, já foi liberada. A PE-60, no sentido Ipojuca, no Grande Recife, também já está livre, segundo o Batalhão de Policiamento Rodoviário (BPRv).
As interdições fazem parte do movimento chamado Abril Vermelho, realizado todos os anos, no mês de abril, em memória dos 19 sem-terra que foram mortos no interior do Pará no dia 17 de abril de 1996, no episódio que ficou conhecido como massacre de Eldorado de Carajás. Em 2002, o então presidente Fernando Henrique Cardoso reconheceu aquela data como o Dia Internacional de Luta pela Terra.

Fonte: JC

Nenhum comentário: