domingo, 15 de abril de 2012

Teresina é a 2ª no consumo de álcool


Teresina é a segunda capital brasileira com o maior percentual de adultos, com igual ou mais de 18 anos de idades, que consumiram bebidas alcoólicas de forma abusiva nos últimos 30 dias.
Segundo pesquisa do Ministério da Saúde, realizada nas 26 capitais brasileiras e no Distrito Federal apontou que 23% dos adultos de Teresina consumiram bebidas alcoólicas de forma abusiva nos últimos 30 dias.
Em Salvador, na Bahia, 24% dos adultos usaram de forma abusiva bebidas alcoólicas. Rio Branco (AC) tem o menor índice de consumo abusivo de bebidas alcoólicas entre os adultos, de 12%.
Teresina é a sétima capital brasileira com maior percentual de adultos fumantes. Eles representam 15%, igual ao percentual de Rio Branco (AC). Em Porto Alegre (RS), o percentual de adultos fumantes é de 23% e em Maceió (AL), com 8%.
A pesquisa mostra que quatro vírgula seis por cento dos entrevistados admitiram dirigir após beber qualquer quantidade de bebida alcoólica. O hábito é mais comum entre 25 e 44 anos.
Para os homens, em qualquer faixa etária, a proporção é maior: oito vírgula seis por cento, enquanto entre as mulheres o índice foi de um vírgula dois.
Os dados são do Vigitel 2011, pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico. Para pesquisa, foram entrevistadas 54 mil pessoas durante o ano passado. Para o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, o resultado do estudo é preocupante e reforça ainda a importância do aumento na fiscalização da Lei Seca:
"Desde quando surgiu a Lei Seca, reduziu o número de brasileiros que afirmam beberem antes de dirigir. Esse número chegava a cinco por cento que afirma que tinha uso abusivo de álcool antes de dirigir e esse número caiu para menos de dois por cento, ou seja, quando nós criamos a Lei Seca ela já foi um instrumento importante para reduzir o número de motoristas que bebiam antes de dirigir, mas apertar a Lei Seca é fundamental."
Florianópolis, capital de Santa Catarina, é a cidade com o maior percentual de pessoas que admitem beber antes de dirigir, chegando a nove vírgula seis por cento, o que representa mais que o dobro do percentual nacional que é de quatro vírgula seis por cento. A capital do Pará, Belém, foi a cidade que teve a menor proporção de pessoas: dois vírgula cinco por cento.

Fonte: Meio norte

Nenhum comentário: