quarta-feira, 9 de maio de 2012

Barbalha-CE: Tenório de Brito assume delegacia e anuncia força tarefa em torno de inquéritos que apuram homicídios


O Delegado de Polícia Civil, Luis José Tenório de Brito, assumiu na manhã desta quarta-feira a titularidade da Delegacia Municipal de Barbalha após deixar a regional de Brejo Santo. No seu pronunciamento já foi anunciando a chegada na tarde de hoje de uma equipe formada por uma delegada e quatro inspetores com o objetivo de promover uma força tarefa no município. A designação foi do diretor do DPI (Departamento de Polícia do Interior), Jocel Bezerra Dantas, que ganhou elogios do delegado.

Segundo ele, o trabalho consistirá numa espécie de estruturação maior em nome da celeridade em inquéritos que apuram casos de homicídios e tentativas em Barbalha a exemplo do que o DPI já promove em outras cidades. A meta avalizada pelo Ministério Público é reduzir a distância entre a quantidade de novos inquéritos e os casos elucidados e encaminhados ao poder judiciário. Existem algumas dificuldades pela própria falta de pessoal em algumas cidades.

De acordo com Tenório de Brito, a força tarefa vai tomar depoimentos e promover diligências requisitadas pelo MP no caso dos inquéritos devolvidos para tal. Tudo isso em nome da celeridade e maior volume de punição com o objetivo de reduzir os índices de violência. O próprio delegado admite uma certa distância entre o número de homicídios e casos julgados e quer ver a redução a partir do trabalho conjunto com essa equipe.

A ordem é não deixar acumular e a equipe vai permanecer durante 15 dias em Barbalha devendo atingir uma meta de 40 inquéritos. Alguns já beiram o tempo de cinco anos e a força tarefa vai priorizar os mais antigos. Existem casos de repercussão envolvendo conflitos familiares com vinganças recíprocas. Ele evita citar inquéritos para não criar expectativas. Disse apenas que a maioria possui autores determinados e alguns foragidos que prejudicam o andamento das apurações ameaçando testemunhas.


Fonte: Miséria

Nenhum comentário: