sábado, 12 de maio de 2012

Com estiagem, Mauriti-CE faz racionamento de água




Por conta de estiagem, moradores da zona rural de Mauriti, no interior do Ceará, fazem racionamento de água. Devido às chuvas irregulares, o açude Gomes, que abastece a cidade, está com 31% da sua capacidade máxima, de acordo com a Companhia de Gestão dos Açudes no Ceará (Cogerh).
Segundo a Secretaria de Desenvolvimento Agrário do Ceará, alguns agricultores da cidade perderam até 100% da safra e os animais perderam peso devido à escassez de alimentos. Outro açude que abastece a cidade, o Quixapinha, está com 12% da capacidade.
Por causa da situação, a Secretaria de Agricultura da cidade fez racionamento de água e pede que os moradores reduzam em até 50% o consumo de água.
Os agricultores reclamam ainda que parte da água do açude Gomes é usada por alguns moradores da cidade por meio de encanação, o que pode acelerar o esvaziamento do açude, de acordo com o secretário de Agricultura de Mauriti, Miguel Coelho Pereira. O secretário informou que já solicitou que fosse impedido o uso particular de uso da água do açude público. "Se continuar assim, daqui a três meses não vai ter água para beber", diz Miguel Coelho.
O Cogerh afirmou que vai enviar representantes da companhia para conhecer a situação do local e conversar com os agricultores que fazem uso particular da água e tentar buscar uma solução para o caso.
Segundo a Fundação de Meteorologia e Recursos Hídricos do Ceará (Funceme), a previsão é de que a chuva continue irregular nos próximos meses. Se a previsão se confirmar, a situação pode se agravar em quase 100 municípios do Ceará, segundo o governo do estado.

click no link e veja a matéria completa>


Fonte: G1 CE
Foto ilustrativa: Rede Social

Nenhum comentário: