terça-feira, 1 de maio de 2012

Número de homicídios cresce nos três primeiros meses de 2012, no Ceará


Cresce o número de homicídios no Ceará. Segundo dados da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops), os três primeiros meses de 2012 registraram um aumento de 16,49% no número de homicídios em comparação ao mesmo período de 2011. No total, foram 812 assassinatos em 90 dias este ano, diante de 697 casos no ano passado.
saiba mais
Criança encontra corpos de casal
dentro de sacas de ração no Ceará
Ainda de acordo com o Ciops, um único fim de semana registrou 34 assassinados. Em 15 de abril, na periferia de Fortaleza, dois rapazes, um de 19 e outro de 17 anos, e um adolescente de 15 anos foram mortos de uma só vez, segundo a Polícia Militar, em uma disputa de grupos rivais pelo tráfico de drogas.
Os sobreviventes superlotam os hospitais. No Instituto Dr. José Frota (IJF), foram atendidas quase mil pacientes atingidos por armas de fogo desde o início do ano. A maioria dos pacientes são homens e jovens. “Chama a atenção as execuções vinculadas principalmente ao tráfico de drogas, as participação de adolescentes nessas execuções, quer seja como vítima, quer seja como autor desses homicídios”, declara o comandante da Polícia Militar do Ceará, o Coronel Werisleik Matias.
O vice-presidente do projeto Pirambu Digital, Hélio Pinheiro, foi morto no também no dia 15 de abril na porta de casa por dois homens que fugiram em uma moto. Ele dirigia uma cooperativa que oferece formação profissional para jovens de baixa renda no Bairro Pirambu, na periferia de Fortaleza. “Todo mundo está sem entender. Não entra na nossa cabeça. Ele não tinha envolvimento com nada para morrer dessa forma”, afirma Jocilda Ribeiro, amiga da vítima.
Segundo o Ministério Público, metade dos inquéritos não consegue apontar a autoria dos crimes. O medo de quem mora nas regiões mais perigosas se revela apenas no silêncio da população.


Fonte: G1 CE

Nenhum comentário: